sábado, 28 de maio de 2016

O planeta mais escuro até hoje encontrado no Universo








































Apelidado de “planeta escuro” porque não reflete luz. Se os astrônomos fossem capazes de vê-lo diretamente, provavelmente apareceria como uma bola de carvão preto e gasoso.

A uma temperatura de 1.000 °C, o exoplaneta é quente demais para ter nuvens, o que ajudaria a refletir a luz de sua estrela. Outros planetas escuros refletem cerca de 10% da luz de sua estrela, mas o TrES -2b reflete só aproximadamete 1%, tornando-se o mais escuro planeta já descoberto.

Os cientistas não têm certeza sobre os motivos de tanta escuridão. O melhor palpite até agora é que a maior parte da composição do planeta seja formada por algo como sódio ou potássio, que absorve a luz. Esse mundo tenebroso está localizado a cerca de 750 anos-luz de distância na constelação de Dragão.

Um telescópio chamado James webb que vai ser lançado em 2018 estudará este planeta do porque ficou tão escuro e estudará incontáveis outros planetas estranhos.

Um comentário:

  1. Mas os "Planemas", planetas que foram expulsos de seu sistema solar original e vagam em torno da galaxia, não são ainda mais escuros? :)

    ResponderExcluir